Vale Moçambique lança projeto ‘Revamp’, com meta de 15 milhões de toneladas

A Vale Moçambique vai ‘renovar’ o seu complexo mineiro em Moatize, na província de Tete, com o objectivo de aumentar a produção para 15 milhões de toneladas em 2021.

A manutenção geral do complexo de mineração é baseada na operação sustentável e segura, sendo este um valor fundamental para a empresa. As obras começaram neste mês e prosseguirão até o início de março de 2021.

A manutenção geralmente implica uma diminuição na produção de carvão, mas o trabalho na mina não será interrompido e todos os mineiros estarão ativamente envolvidos durante o projeto.

Dada a dimensão da operação, a Vale teve de contratar cerca de 1.300 trabalhadores temporários para a duração do projecto – a maioria moçambicanos, mas também de países como Brasil e África do Sul.

A manutenção nas usinas de beneficiamento de carvão é baseada na restauração das condições básicas dos equipamentos e na implantação de melhorias nos processos de conservação, operação e produção.

Ações estruturais, como a revisão da estratégia, também serão implementadas, juntamente com os planos e procedimentos de manutenção e operação e o treinamento das equipes de operação e manutenção. O objetivo é fortalecer os processos de operação e manutenção para garantir a sustentabilidade dos resultados após a ‘reformulação’.

A prioridade da Vale é a sua gente, por isso toda a operação de manutenção estará sujeita aos mais elevados níveis de segurança, incluindo a prevenção do novo coronavírus. Apesar dos constrangimentos causados ​​pela pandemia mundial, a Vale manteve toda a sua força de trabalho como fundamental tanto para os negócios da empresa quanto para o bem-estar de seus colaboradores.

Fonte: Vale Moçambique

Leave a Reply