Syrah levanta A$ 98 milhões para operações em Moçambique e nos EUA

A mineradora de grafite Syrah Resources anunciou um aumento de capital de 98 milhões de dólares australianos para preservar a opcionalidade de sua mina de Balama, em Moçambique, e apoiar o aumento das atividades downstream nos EUA.

A Syrah levantará o financiamento por meio de uma colocação institucional totalmente subscrita e de uma oferta de direitos não renunciáveis ​​acelerada pro rata de 1 por 10,2. O aumento de capital será fixado em A$ 0,55 por nova ação, o que representa um desconto em relação ao preço de fechamento da Syrah em 12 de março.

O principal acionista AustralianSuper comprometeu-se a assumir todo o seu direito proporcional e subscrever novas ações no âmbito da colocação.

AustralianSuper e Syrah também concordaram com a conversão das notas das Séries 1 e 3 em novas ações a um preço de conversão revisado de A$ 0,6688 por ação. Isto reduzirá os empréstimos da empresa de grafite e resolverá uma importante tarefa de refinanciamento potencial em Outubro.

“A captação de capital e a conversão das notas das Séries 1 e 3 permitirão à empresa preservar a opcionalidade no que diz respeito ao modelo operacional de Balama e apoiar o aumento contínuo da produção em Vidalia, e o nosso caminho para a qualificação do produto e vendas comerciais”, disse MD e CEO Shaun Verner.

Ele afirmou que os fundos provenientes da captação de capital contribuirão para as atividades de transição do projeto Vidalia Further Expansion para alcançar a prontidão para decisões de investimento.

A Syrah pretende ser um fornecedor líder de produtos de grafite e materiais anódicos. Nos EUA, está a aumentar a sua instalação de materiais anódicos activos em Vidalia.

Source: Mining Weekly






Leave a Reply