SBM Offshore recebe contratos para ExxonMobil FPSO ONE GUYANA

A SBM Offshore tem o prazer de anunciar que a Esso Exploration and Production Guyana Limited (EEPGL), uma afiliada da Exxon Mobil Corporation, confirmou a adjudicação de contratos para o projeto de desenvolvimento Yellowtail localizado no Bloco Stabroek na Guiana. Sob esses contratos, a SBM Offshore construirá, instalará e, em seguida, arrendará e operará o FPSO ONE GUYANA por um período de até dois anos, após o qual a propriedade e operação do FPSO será transferida para a EEPGL. O prêmio segue a conclusão dos estudos de engenharia e design de front-end, o recebimento das aprovações governamentais necessárias e a decisão final de investimento no projeto pela ExxonMobil e co-empreendedores do bloco.

O empreendimento Yellowtail é o quarto empreendimento dentro do bloco Stabroek, a cerca de 200 quilômetros da costa da Guiana. A EEPGL é a operadora e detém uma participação de 45% no bloco Stabroek, a Hess Guyana Exploration Ltd. detém uma participação de 30% e a CNOOC Petroleum Guyana Limited, uma subsidiária integral da CNOOC Limited, detém uma participação de 25%.

O design do FPSO ONE GUIYANA é baseado no programa Fast4Ward® da SBM Offshore, líder da indústria, que incorpora o novo casco flutuante multifuncional da empresa combinado com vários módulos de topsides padronizados. O FPSO será projetado para produzir 250.000 barris de petróleo por dia, terá capacidade de tratamento de gás associado de 450 milhões de pés cúbicos por dia e capacidade de injeção de água de 300.000 barris por dia. O FPSO será espalhado ancorado em lâmina d’água de cerca de 1.800 metros e terá capacidade para armazenar cerca de 2 milhões de barris de petróleo bruto.

A SBM Offshore está comprometida em trabalhar com empresas da Guiana para o trabalho a ser realizado na Guiana e está se preparando para recrutar e empregar engenheiros da Guiana na equipe do projeto ONE GUYANA.

A fase turnkey do projeto é executada por uma empresa de propósito específico (SPC) estabelecida pela SBM Offshore e McDermott. A SBM Offshore detém 70% e a McDermott detém 30% de participação acionária neste SPC. O FPSO será de propriedade integral da SBM Offshore.

Source: SBM