GL Energy Mozambique assina acordo para central elétrica de 250 MW

O governo de Moçambique e a GL Energy Mocambique concluíram quinta-feira em Maputo um acordo de concessão para financiar e operar uma central eléctrica a gás de 250 megawatts no distrito de Nacala, na costa da província de Nampula, no norte de Moçambique.

Um comunicado de imprensa divulgado na quinta-feira pela GL Africa Energy indicou que o acordo foi assinado pelo Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Max Tonela, e pelo Diretor da GL Africa Energy, Michael Kearns. O negócio marca o início de um investimento em três fases.

Inicialmente, a GL Energy Mocambique irá criar uma capacidade de 50 MW em 16 meses. A segunda e terceira fases somarão 200 MW, a serem concluídas em 24 meses.

O negócio foi estruturado como uma Parceria Público-Privada (PPP) de 30 anos, e a empresa pública de eletricidade, EDM, terá o interesse público inicial no projeto e será o comprador da eletricidade gerada. O projeto é um pilar fundamental da estratégia de monetização do gás do governo.

Internamente, a usina melhorará o fornecimento de eletricidade em um país onde cerca de 40 por cento da população não tem acesso a fontes confiáveis ​​de eletricidade. A empresa também espera que este investimento apoie o plano do país de transformar a região em um centro de energia viável.

A solução de GNL (gás natural liquefeito) da planta fornece um combustível de ponte quase instantâneo ao longo das próximas duas décadas, reduzindo a dependência de combustíveis mais poluentes, como diesel e carvão.

O GNL terá um papel crucial na transição para fontes renováveis ​​para o país e a região, permitindo uma penetração mais rápida e elevada das energias renováveis ​​no mix energético a longo prazo.

Ao longo da fase de construção da fábrica, as estimativas apontam para a contratação de mais de 300 trabalhadores.

Source: Club of Mozambique