Petrobras recebe três ofertas para construir plataformas FPSO para o campo de Búzios

A petrolífera estatal brasileira Petróleo Brasileiro (Petrobras) teria recebido três propostas para construir unidades flutuantes de armazenamento e descarregamento de produção (FPSO) para o campo de Búzios na costa do Brasil.

Descoberto em 2010 e colocado em operação em abril de 2018, o campo de Búzios é considerado o segundo maior de seu tipo na América Latina. Está localizada no pré-sal da Bacia de Santos, offshore do Rio de Janeiro.

Para o campo, a Keppel ofereceu construir a plataforma FPSO, P-78, com um investimento de R $ 12,52 bilhões ($ 2,33 bilhões), informou a Reuters, citando três pessoas próximas à competição.

Os parceiros do consórcio liderado pelo Estaleiro Keppel incluem a Hyundai Heavy Industries Holding e o estaleiro BrasFELS, com sede no Brasil.

A Petrobras também recebeu uma oferta do consórcio liderado pela Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering, que se ofereceu para construir a plataforma P-78 por R $ 14,11 bilhões ($ 2,63 bilhões), de acordo com as fontes.

A agência de notícias citou fontes não divulgadas que disseram que a Samsung Heavy Industries fez a oferta mais alta de R $ 15,15 bilhões ($ 2,82 bilhões) para construir a plataforma FPSO.

As licitações seguem uma rodada de licitações lançada pela Petrobras em julho passado para construir três novas plataformas FPSO para o campo de Búzios.

Os FPSOs fazem parte do plano de desenvolvimento de ativos da empresa, que prevê instalar 12 unidades até o final da década.

Source: www.offshore-technology.com

Leave a Reply