O Conselho Executivo Federal da Nigéria (FEC) aprovou o gasto de US $ 1,5 bilhão para reabilitar a refinaria de Port Harcourt.

O Ministro de Estado dos Recursos Petrolíferos da Nigéria, Timipre Sylva, anunciou a aprovação na semana passada. “Estamos felizes em anunciar que a reabilitação da refinaria de Port Harcourt começará imediatamente”, disse ele.

A Port Harcourt Refinery Co. (PHRC) da Nigerian National Petroleum Corp. (NNPC) possui o complexo de Port Harcourt. A instalação inclui duas refinarias, com capacidade total de 210.000 barris por dia.

O trabalho virá em três fases. A primeira fase estará concluída em 18 meses e “vai levar a refinaria a 90% da capacidade nominal”, disse o ministro. “A segunda fase será concluída em 24 meses e a fase final em 44 meses.”

Sylvia disse que a mudança era “uma boa notícia para os nigerianos”.

A Nigéria escolheu a Tecnimont da Itália para realizar o trabalho, Sylva confirmou.

“As operações e a manutenção têm sido um grande problema para as refinarias [da Nigéria], isso foi exaustivamente discutido no conselho”, disse Sylva.

Assim que as instalações de Port Harcourt estiverem a funcionar, o país vai contratar uma “empresa profissional de operações e manutenção para manter a refinaria… esta é uma das condições dos credores”, disse o ministro. “Isso está incorporado nas discussões com os credores.”

O processo de financiamento envolve o Afreximbank, disse Sylva.

A Tecnimont venceu duas fases de obras em março de 2019 na unidade.

O primeiro foi realizar verificações de integridade e inspeções de equipamentos, avaliados em US $ 50 milhões.

A segunda fase consistiu na execução da reabilitação do complexo, em regime de engenharia, aprovisionamento e construção (EPC).

Source: EnergyVoice

Leave a Reply