TotalEnergies, QatarEnergy e Petronas assinaram um novo contrato de exploração offshore para o Suriname

A TotalEnergies e seus parceiros QatarEnergy e Petronas assinaram um contrato de partilha de produção para o Bloco 64 com a Staatsolie Maatschappij Suriname (Staatsolie), a empresa estatal de petróleo do Suriname.

O bloco 64 foi adjudicado à TotalEnergies e aos seus parceiros na Rodada de Licitações 2022-2023 organizada pelas autoridades do Suriname. A TotalEnergies vai operar o bloco com 40% de participação, ao lado da QatarEnergy (30%) e da Petronas (30%).

O Bloco 64 é um grande bloco de 6.262 km2 localizado a cerca de 250 km da costa.

“A TotalEnergies tem o prazer de expandir ainda mais sua presença no Suriname offshore, juntamente com dois parceiros estratégicos. Este novo bloco se encaixa bem com nossa estratégia de concentrar nossa atividade de exploração na exploração de materiais de baixo custo e recursos de baixa emissão em áreas centrais para a Companhia”, disse Kevin McLachlan, Vice-Presidente Sênior de Exploração da TotalEnergies.

No Suriname, a TotalEnergies opera o Bloco 58 (50%), onde cinco descobertas foram feitas e onde estudos de desenvolvimento estão em andamento, com o objetivo de sancionar um projeto de petróleo de 200.000 b/d até o final de 2024. Em maio de 2023, a TotalEnergies entrou nos blocos exploratórios 6 e 8 como operadora (40%), ao lado da QatarEnergy (20%) e da Paradise Oil Company (POC), subsidiária da empresa nacional Staatsolie (40%).

Source: TotalEnergies 



Leave a Reply